Marcada data de júri do caso Miguel, em Tramandaí

Está agendado para o dia 4/4, no Foro de Tramandaí, o júri de Yasmin Vaz dos Santos e Bruna Nathiele Porto da Rosa, acusadas da morte Miguel dos Santos Rodrigues, de 7 anos.

Yasmin, mãe do menino que desapareceu em julho de 2022 na vizinha Imbé, e Bruna, então companheira dela, respondem pelos crimes de tortura, homicídio qualificado (motivo torpe, meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vitima) e ocultação de cadáver.

A data foi definida pelo Juiz de Direito Gilberto Pinto Fontoura, da 1ª Vara Criminal da Comarca de Tramandaí, após o esgotamento de recursos das defesas contra a decisão (Sentença de Pronúncia), definindo que as rés devem ser julgadas pelo Tribunal do Júri.

Em despacho, o magistrado informa a renúncia dos procuradores da ré Yasmin, e dá prazo para que ela indique novo Defensor. Caso isso não ocorra, fica a Defensoria Pública designada.

Caso

De acordo com a denúncia do Ministério Público, Miguel foi morto na madrugada de 29 de julho de 2021 pelo casal, após ser torturado, e seu corpo colocado dentro de uma mala de viagem. O motivo seria que o menino atrapalhava o relacionamento delas. O corpo, que não foi encontrado, teria sido arremessado no Rio Tramandaí.

Em interrogatório durante audiência do processo criminal, Bruna atribuiu à mãe a responsabilidade pela morte do menino. Yasmin, optou por ficar em silêncio.

O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Fonte
TJRS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 4 =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?