Vídeo: esquadrão antibomba do Rio chega a Campos para avaliar suposto explosivo

O material suspeito foi encontrado em um estalecimento comercial próximo à Ponte Leonel Brizola e ao Camelódromo, no Parque Alberto Sampaio

Por volta de 11h desta quarta-feira (4), uma equipe da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), do Rio de Janeiro, chegou a Campos dos Goytacazes para averiguar um artefato encontrado em estabelecimento comercial na área central da cidade, suspeito de ser um explosivo. O esquadrão antibomba foi acompanhado por militares do 8º BPM e da Polícia Civil durante a operação.

Os profissionais chegaram a detonar o material por volta de 11h30 com uso de um equipamento específico. O artefato foi explodido pela equipe da Core. Suspeita-se tratar de uma bomba caseira ou uma réplica. Esse material deve ser analisado por peritos. Câmeras de segurança no entorno do estabelecimento, onde foi encontrado o suposto simulacro de bomba, deverão ser analisadas, na tentativa de indentificar a autoria do crime que provocou medo e apreensão, além de afetar o trânsito da cidade. A investigação ficará a cargo da 134ª Delegacia de Polícia Civil.

As Polícias Civil e Militar foram acionadas no início da manhã desta quarta-feira (4), em Campos dos Goytacazes, para verificar um suposto artefato explosivo perto do antigo Camelódromo, na área central da cidade. A Ponte Leonel Brizola, conhecida como Ponte Rosinha, foi interditada, assim como as ruas no entorno do Mercado Municipal, em razão do risco de explosão. Os agentes de segurança foram para o local para averiguação do suposto explosivo. Integrantes da Guarda Municipal, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros também foram convocados.

Equipe do esquadrão e policiais se movimentam na área do Parque Alberto Sampaio (Foto: J3News)

De acordo com a PM, a denúncia de bomba foi feita pelo telefone 190, logo cedo. O dono do hortifruti, estabelecimento comercial onde foi achado o material, acionou primeiramente o Corpo de Bombeiros:

“Às 5h20, quando fui abrir a loja, ao levantar a porta de aço, me deparei com esse material com aparência de bomba do lado de fora. Encontrei entre a porta e a mureta que fizemos para evitar alagamento quando chove forte. Eu liguei para os Bombeiros que me orientou a não colocar a mão no objeto e se afastar. Logo em seguida, chegou a polícia que isolou todo o local”, explicou Juliano Ribeiro da Silva.

LEIA TAMBÉM

Suspeita de explosivo próximo à ponte em Campos faz polícia fechar o trânsito

Em suas redes sociais, o prefeito Wladimir Garotinho se manifestou em uma postagem. Disse que a área foi isolada e o esquadrão anti-bombas do Rio é aguardado na cidade. O prefeito pediu para que as pessoas evitem circular pelo centro, por medida de segurança. “Vamos encontrar e prender quem cometeu essa insanidade e crime”, afirmou.

A interdição do tráfego se deu na pista que liga Guarus ao Centro. O bloqueio do acesso causou transtornos e reclamações de motoristas, que precisaram desviar para as pontes General Dutra (BR-101) e Saturnino Brito (Lapa) em direção à area central da cidade.

Por volta de 12h desta quarta-feira (4), o trânsito foi liberado na Ponte Leonel Brizola e nas ruas próximas ao Parque Alberto Sampaio.

Confira o momento da explosão

Imagens: Sollon Tadeu/ Cinegrafista

O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Fonte
JORNAL TERCEIRA VIA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 1 =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?