TJPE intensifica proteção de magistrados e servidores sob risco de ameaça com carros equipados para segurança especializada

Presidente do TJPE, desembargador Luiz Carlos Figueirêdo, e gestor da APMC/TJPE, coronel Chusa Ferreira

Com o objetivo de aumentar a segurança da instituição, especialmente de magistrados e servidores, que sofrem algum de tipo de ameaça comprovada, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) conta a partir desta segunda-feira (22/1), com dois veículos com funcionalidade de viaturas, aparelhadas com dispositivos sonoros e visuais. Os carros, caminhonetes com cabines duplas e tração 4×4, foram adquiridos no valor total de 573.800 reais por meio do Funseg (Fundo de Segurança dos Magistrados) do Judiciário estadual pernambucano, que tem por finalidade prover recursos financeiros para a implantação e manutenção do Sistema de Segurança dos Magistrado.

Os carros serão utilizados quando for necessária uma escolta policial para acompanhamento, através de segurança aproximada, de magistrados e servidores que estejam passando por situação de risco, atestada pelo Núcleo de Inteligência de Segurança Institucional (NISI) do TJPE. Os veículos ainda serão utilizados para transporte de itens de informática e processos físicos. Como uma forma de resguardar, ter mais zelo e profissionalismo nos referidos casos, os veículos serão dirigidos por policiais militares, civis, ou bombeiros militares da Assistência Policial Militar e Civil do TJPE.

“Com o passar do tempo, todas as atividades do Poder Judiciário vão se tornando mais complexas e evidente que de um lado a diminuição dos papéis físicos reduz a necessidade de mais cautela na remessa e escolta de material porque o tráfego é eletrônico. Em contrapartida, além dos crimes cibernéticos, que precisam ser apurados e acompanhados para não causar dano, existe o problema de segurança de servidores e magistrados, e transporte de material, como por exemplo de Informática para uso em outro local. Então, baseado no somatório dessas pequenas exigências, que devem ser cumpridas com extremo profissionalismo para assegurar a integridade do serviço e a confiabilidade da qualidade daquilo que o Judiciário pernambucano presta ao cidadão, disponibilizamos agora essas viaturas”, pontua o presidente do TJPE, desembargador Luiz Carlos de Barros Figueirêdo.

O pleito colocado em prática pela atual gestão atende a uma reivindicação da Comissão de Segurança do TJPE. Segundo o gestor da Assistência Policial Militar e Civil (APMC/TJPE), coronel Chusa Ferreira, os carros atenderão também à Comissão de Soluções Fundiárias. “É fundamental reforçar a segurança dessa Comissão que atua sob a gestão de magistrados, no Agreste, no Sertão, na Zona da Mata Norte, na Zona da Mata Sul, e na Região Metropolitana do Recife. A escolta com os carros será utilizada nas ocasiões em que as equipes das comissões se deslocarem para as áreas de conflitos, que além de serem, na maioria das vezes, em locais de difícil acesso, exigem proteção especializada para os que atuam nos conflitos”, conclui.
…………………………………………………..
Texto: Redação | Ascom TJPE
Foto: Joelton Ivson | Inova Propaganda

O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Fonte
TJPE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 3 =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?