TJD interdita Aryzão e proíbe torcida em jogos do Goytacaz por 30 dias

Presidente do Tribunal destacou que atos de vandalismo serão punidos com firmeza

A presidente do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD), Renata Mansur Fernandes Bacelar, interditou preventivamente, por 30 dias o estádio do Goytacaz, Ary de Oliveira e Souza, o Aryzão e aplicou a perda de cinco mandos de campo ao clube, devido ao episódio de tentativa de invasão de Campo ocorrida na partida válida pela 1ª semifinal do Campeonato Estadual da Série B1 de Profissionais.  Em sua decisão, a presidente destacou que os fatos ocorridos nesta partida foram inaceitáveis e inadmissíveis, devendo ser punidos com todo o rigor e celeridade.

A sentença também determina a proibição preventiva da presença de torcedores em jogos do Goytacaz como mandante e visitante, pelo período de 30 dias.

“Nenhum ato de violência deixará de ser punido com extremo rigor, nos limites da lei. Inaceitável que árbitros sejam ameaçados, carros sejam depredados, equipe de transmissão e móvel da FERJ tenham que ser escoltados para deixar o estádio, além de outras barbáries ocorram em uma simples partida de futebol. Observa-se que o descontrole e a falta de segurança foram desmedidos”, diz um trecho da sentença.

A decisão foi proferida na última terça-feira (14) e tem efeito imediato. A íntegra da decisão pode ser conferida aqui.

O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Fonte
JORNAL TERCEIRA VIA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − 7 =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?