Therezinha Cazerta é reconduzida ao cargo de conselheira da Enfam

Desembargadora federal representa a magistratura federal na Escola

A desembargadora federal Therezinha Cazerta, da Oitava Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3), foi reconduzida ao cargo de conselheira do Conselho Superior da Escola Nacional Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados – Enfam, para o biênio 2023-2025, enquanto representante da magistratura federal.

Na solenidade realizada ontem (20/3), em Brasília, o desembargador José Maria Câmara Junior, do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP), foi empossado conselheiro representando a magistratura estadual.

Desembargadora federal Therezinha Cazerta

Também foi realizada a primeira reunião ordinária do Conselho Superior da Enfam em 2023. Na ocasião, foi apresentada a nova estrutura administrativa da Escola, bem como a readequação do corpo docente do mestrado profissional. Esta última mudança, com o recredenciamento apenas de professores doutores, visa adequar o curso às orientações da Capes.

A Rede Nacional de Escolas Judiciais (Renejum) e o Conselho Editorial da Enfam (CEEN) também foram levados à apreciação do Conselho. Tanto a instituição da Renejum quanto a criação do Conselho Editorial foram referendadas pelo Conselho Superior.

Ministros do STJ Raul Araujo (vice-diretor), Isabel Gallotti, Mauro Campbell Marques (diretor-geral) e Og Fernandes; desembargadora federal Therezinha Cazerta e juiz federal Roberto Carvalho Veloso

Trajetória 

Therezinha Cazerta foi presidente do TRF3 no biênio 2018-2020, corregedora-regional, coordenadora dos Juizados Especiais Federais da 3ª Região, diretora da Escola de Magistrados da 3ª Região (Emag) e presidente da Comissão de Equidade de Gênero do TRF3.

É pós-graduada em Direito Penal pela Universidade de São Paulo, com extensão universitária pela Facoltà di Giurisprudenza della Università Degli Studi di Firenze-Italia.

Com informações da Enfam

O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Fonte
TRF3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + cinco =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?