Reforma tributária deve ficar para abril, diz Haddad à CNN

Ministro da Fazenda informou à CNN que primeiro quer "colocar a casa em ordem" para depois discutir reformas

O ministro da FazendaFernando Haddad (PT), disse à CNN, neste domingo (1°), que pretende voltar a discussão da reforma tributária em abril deste ano. Antes, Haddad pretende resolver problemas que foram deixados pelo último governo.

“Ainda nem tem comissão especial. Vai ter eleição das mesas [da Câmara e do Senado] em fevereiro. Em março, ainda faremos ajustes. Em abril a gente volta a discutir”, disse.

Na visão do ministro os problemas, não necessariamente são causados pelo ex-ministro Paulo Guedes, mas pela desorganização da gestão de Bolsonaro.

Fontes ligadas à Fazenda confirmam que a reforma que deverá ser discutida será a de Bernard Appy, secretário especial para a reforma. A secretaria dedicada à Appy deverá ser extinguida após aprovação do texto.

Há um alinhamento em torno da proposta, mas com entendimento de que ela pode ser alterada a partir de negociações com o novo Congresso.

Paralelo à reforma, a equipe econômica pretende encaminhar o arcabouço fiscal, com previsão de ser criado até agosto, mas com chances de adiantamento.

O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Via
Tainá Falcão da CNN em Brasília
Fonte
CNN BRASIL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × um =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?