Professora de Harvard aponta vitamina que mantém cérebro ‘jovem e saudável’

Dentre as diversas vitaminas necessárias ao bom funcionamento do organismo, algumas têm um papel fundamental. Segundo a psiquiatra nutricional Uma Naidoo, em artigo publicado pela rede americana CNBC, é importante garantir que o corpo receba todas as vitaminas adequadas, especialmente por serem essencial para prevenir o declínio cognitivo.

“Um plano alimentar verdadeiramente eficaz é personalizado de acordo com as necessidades exclusivas de cada indivíduo. Mas o grupo de vitaminas que mais priorizo para manter meu cérebro jovem e saudável são as vitaminas do complexo B”, explica Uma.

Doenças como depressão, demência e deficiência mental são frequentemente associadas à escassez das vitaminas desse complexo na dieta, segundo um estudo da Wayne State University School of Medicine, na cidade americana de Detroit. Psiquiatra e principal autor do estudo, Rajaprabhakaran Rajarethinam explica que existem oito vitaminas B diferentes, cada uma com seus próprios benefícios primários à saúde.

A B1 (encontrada em legumes), também conhecida como tiamina, é fundamental para o funcionamento de nossas células e para o processo de metabolismo de nutrientes para a geração de energia. Já a B2 (encontrada em iogurtes, legumes e salmão), ou riboflavina, atua como auxiliar de enzimas em nossas células que realizam reações importantes, no corpo e no cérebro, e também ajuda a produzir energia e quebrar gorduras e materiais externos, como medicamentos.

A B3 (encontrada em legumes e salmão), ou niacina, “trabalha” com mais de 400 tipos de enzimas, produzindo materiais como colesterol e gordura, necessários ao funcionamento do corpo e para converter energia para todos os nossos órgãos. A niacina também é um antioxidante, que ajuda a atenuar inflamações.

A vitamina B5 (encontrada em legumes e em sementes de girassol), ou ácido pantotênico, é essencial para produzir um composto molecular que ajuda as enzimas do corpo a construir e quebrar os ácidos graxos para obtenção de energia. A B6 (encontrada em legumes e no salmão), ou piridoxina, atua na prevenção de doenças, principalmente em diversos tipos de câncer. A piridoxina também atua em reações químicas no corpo que têm ligação com a função imunológica e a saúde do cérebro.

Já a B7 (encontrada no ovo), mais conhecida como biotina, regula os sinais celulares para uma comunicação rápida e eficiente em todo o corpo, enquanto que, no cérebro, é fundamental para a “sinalização celular” via neurotransmissores. A B9, ou folato, ajuda a estimular a desintoxicação celular e é uma vitamina essencial para a saúde cerebral e neurológica.

Por fim, a B12 (encontrada no iogurte e no salmão), ou cobalamina, é uma vitamina essencial para a formação de glóbulos vermelhos e DNA e apoiar o desenvolvimento e a função do sistema nervoso.

O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Fonte
EXTRA.GLOBO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × um =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?