Presidente do TSE se reúne com representantes da Meta para debater inteligência artificial

Plataforma apresentou ferramentas para monitorar desinformação durante o processo eleitoral

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, recebeu os representantes da Meta nesta terça-feira (12) para debater as ferramentas utilizadas pela plataforma digital no monitoramento de inteligência artificial nas redes sociais da empresa (Facebook, Instagram, WhatsApp e Thread), principalmente durante o processo eleitoral.

“De alguma forma, o usuário tem que saber se o conteúdo que está consumindo na plataforma foi ou não manipulado. A tecnologia tem de nos ajudar a criar esse marcador. Isso seria transparência. Agora, para garantir a transparência e identificação, precisamos detectar as pessoas que estão compartilhando esse tipo conteúdo”, disse o ministro Alexandre de Moraes.

Foto: Antonio Augusto/Secom/TSE - TSE - Reunião com representante da META sobre uso de Inteligên...

Participaram do encontro: o gerente jurídico da Meta, Rodrigo Ruf; o diretor jurídico da plataforma, Diego Spínola; o diretor de políticas públicas, Murillo Laranjeiras; e a gerente jurídica, Paula Breim. Pela Justiça Eleitoral, estiveram presentes: o secretário de Tecnologia da Informação, Júlio Valente; o diretor-geral do TSE, Rogério Galloro; o assessor-chefe do Gabinete da Presidência do Tribunal, Cleso Fonseca; e o assessor especial de Enfrentamento à Desinformação, José Fernando Chuy.

Em nota, a Meta destacou a colaboração com as autoridades e o compromisso de seguir colaborando com a Justiça Eleitoral. “Estamos em diálogo permanente com autoridades e governos em todo o mundo, e a reunião com o TSE foi um momento valioso de troca de ideias, no qual compartilhamos a nossa abordagem para o desenvolvimento ético, responsável e seguro de inteligência artificial. Hoje, os potenciais riscos de IA que temos visto estão em grande medida cobertos por políticas existentes da Meta relacionadas, por exemplo, ao comportamento das pessoas que usam nossos aplicativos”.

CA/CM, DM

O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Fonte
TSE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × quatro =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?