Polícia apreende passaporte de pai do bebê da gestante assassinada em Campos

Delegada aguarda quebra de sigilo de aplicativos para conclusão do caso

O crime que tirou a vida da jovem Letycia Peixoto Fonseca e do bebê que ela esperava pode estar muito perto de ser solucionado. A delegada titular da 134ª DP (Centro), Natália Patrão, confirmou na noite deste domingo (5), que o passaporte do pai do bebê foi apreendido, como medida cautelar. Ainda segunda a delegada, para a conclusão da investigação ainda faltam alguns elementos, como quebra de sigilo de aplicativos atípicos. Essas quebras já foram solicitadas, mas até este domingo não haviam sido feitas, porque faltava manifestação do Ministério Público e autorização judicial. No sábado (4), um dos executores foi preso, o homem que conduzia a motocicleta. A identidade do suspeito não foi divulgada.

“Nós precisamos da decisão do Poder judiciário, do envio da decisão do Poder Judiciário pra essas operadoras e esses aplicativos, a resposta, o prazo que essas operadoras e esses aplicativos tem para responder, e depois que elas respondem, precisamos do tempo da análise de todas essas respostas, que é uma junção de dados e análises tecnológicas que não são fáceis, aliás, muito complexas”, ressaltou a delegada.

Delegada Natália Patrão

Sobre a apreensão do passaporte, Natália disse que foi uma medica cautelar: “Com relação a apreensão do passaporte do companheiro da vítima, pai do filho, do bebê que estava no ventre da vítima, isso realmente ocorreu. Eu representei pelo recolhimento do passaporte do pai, como uma forma de resguardar ao final do processo, eventualmente, até o final das investigações, porque a gente não sabe como tudo será concluído, para resguardar a aplicação da lei penal”, disse Natália
Patrão.

LEIA TAMBÉM
Empresário e professor é suspeito de ter ordenado morte de gestante

 

O CRIME
Letycia Peixoto Fonseca foi baleada cinco vezes por volta das 21h de quinta-feira. Uma câmera de segurança filmou a ação dos bandidos. No momento do crime, a vítima estava na direção de um Volkswagen Gol branco pertencente à empresa na qual trabalhava como engenheira de produção. O veículo estava parado na frente da residência de familiares da gestante e havia uma segunda pessoa no banco do carona.

O vídeo mostra o momento em que Letycia é surpreendida por dois homem em uma moto, que abriram fogo. Ela foi atingida por um tiro na face, dois no tórax, um no ombro e um na mão esquerda. A mãe da vítima, que estava fora do veículo, ainda tentou segurar a moto, foi baleada na perna esquerda e acabou caindo.

As duas foram socorridas por um tio da vítima e levadas para o Hospital Ferreira Machado (HFM). A mãe de Letycia passou foi atendida, submetida a exames e teve alta. A gestante, no entanto, não resistiu à gravidade dos ferimentos e morreu na unidade. O bebê, do sexo masculino, nasceu de 30 semanas, pesando 1,7 kg, após uma cesariana de emergência.

A criança foi encaminhada para o hospital da Beneficência Portuguesa, onde deu entrada na UTI Neonatal às 22h. O menino faleceu às 8h da manhã de sexta (3), em consequência de insuficiência respiratória e distúrbio cardiovascular.

A segunda ocupante do veículo no momento do crime era uma tia-avó, de 50 anos, que tem síndrome de Down e Letycia deixava em casa após um passeio de carro para acalmá-la. Ela não se feriu.

Prisão de suspeito
Neste sábado (4), um dos suspeitos de ter executado a gestante foi preso em uma ação conjunta de forças de segurança do município. Na delegacia, ele confessou participação no crime.

O nome do suspeito e o local da sua prisão não foram divulgados pelas autoridades policiais. A investigação é conduzida pela delegada titular da 134ª DP (Centro), Natália Patrão.

O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Fonte
JORNAL TERCEIRA VIA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 1 =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?