Plano de Logística Sustentável do Judiciário busca gestão eficiente de resíduos e insumos, além de qualidade de vida no trabalho

Publicado no Diário da Justiça Eletrônico da última quinta-feira, o Plano de Logística Sustentável (PLS) traz metas a serem alcançadas pelo Poder Judiciário do RS até 2025. Entre os indicadores, estão o uso eficiente de insumos, materiais e serviços, gestão de resíduos, aquisições sustentáveis e qualidade de vida no ambiente de trabalho.

As diretrizes buscam o cumprimento de metas alinhadas à Estratégia Nacional do Judiciário, ao Plano Estratégico do TJRS e aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU.

O Ato n° 009/2023-P, que institui o PLS, é assinado pela Presidente do TJRS, Desembargadora Iris Helena Medeiros Nogueira. O documento também aprova o Relatório de Desempenho do PLS 2022. Confira a íntegra aqui.

 

O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Fonte
TJRS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 12 =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?