Parque Alberto Sampaio ganhará revitalização com novo projeto

Parceria público-privada gerenciará o local

O J3News teve acesso ao projeto do novo Complexo Alberto Sampaio, parque público municipal que será reformado e administrado por meio de uma parceria público-privada entre a Prefeitura de Campos, a Associação Evangélica de Campos e outras empresas privadas que integram o grupo Amigos de Campos. O complexo será composto pela Praça da Bíblia, estacionamento e Anfiteatro Antônio Roberto de Góis Cavalcante (Kapi), no espaço delimitado entre as ruas Tenente-Coronel Cardoso e Gil de Góis, abrangendo a área em que funcionou provisoriamente o Shopping Popular Michel Haddad. Atualmente, o espaço está com aspecto de abandono e um trecho é considerado um dos mais suscetíveis a alagamento em dias de chuva forte.

A intenção da Associação Evangélica de Campos é transformar o parque em uma área de convivência.“Temos a intenção de transformar o parque para termos a possibilidade de promover eventos para as famílias, trabalhos sociais e realização de reuniões culturais para toda a população. É importante frisar que qualquer pessoa terá acesso livre nos eventos, independente de religião”, informou o apóstolo Renan Siqueira, presidente da Associação Evangélica de Campos.

De acordo com Renan, os lagos serão revitalizados com inserção de peixes ornamentais. Haverá também jardinagem, paisagismo, guaritas para segurança da Polícia Militar e Guarda Civil Municipal, praça de alimentação, um palco novo e área de brinquedos para as crianças. A expectativa é de que o parque funcione 24 horas. “Está em estudo a situação do antigo camelódromo, mas uma das propostas é que o local abrigue a Feira de Artesanato Mãos de Campos. Era um sonho nosso que a Praça da Bíblia funcionasse ali e o local vai ganhar um símbolo bíblico doado pela associação”, contou o apóstolo.

Com o projeto pronto, a associação aguarda as liberações por parte da Prefeitura de Campos para início das obras. O levantamento de custos também está sendo feito. Não há previsão de início ou de conclusão até o momento.

Estacionamento e quiosques
No local funcionam quiosques com venda de bebida alcoólica e outros itens. O espaço também está sendo usado como estacionamento de carros e motos e moradia para pessoas em situação de rua. A equipe de reportagem também flagrou algumas barracas montadas no Parque Alberto Sampaio.
O J3News questionou à Prefeitura se essas pessoas têm permissão para atuar no local, como vai ficar a situação deles durante a reforma e se há fiscalização no lugar, mas não obteve resposta até o fechamento desta edição.

Encontro
O complexo Alberto Sampaio é fruto da Lei Municipal nº 9.252/2022, de autoria do vereador Pastor Marcos Elias. A lei foi aprovada na Câmara Municipal, no final do ano de 2022, e sancionada pelo prefeito de Campos, Wladimir Garotinho, também no final de dezembro último. Um evento religioso na sede do Executivo, no dia 28 de dezembro, marcou o encontro entre o prefeito e representantes da associação para a entrega de documentos e discussão sobre a utilidade do novo espaço.
“Essa é uma reivindicação antiga dos evangélicos, transferir a Praça da Bíblia para o Parque Alberto Sampaio, onde já funciona o Anfiteatro Kapi, a praça é de todos, sendo possível conviver de forma harmônica. Também vamos revitalizar o parque”, disse Wladimir.
Para o pastor e vereador Marcos Elias, o momento é histórico para Campos. “Queremos transformar a Praça da Bíblia em local de convivência para as famílias campistas, independente da religião”.

Na Lei nº 9.252/2022 consta a transferência da Praça da Bíblia. “Campos já tinha a Praça da Bíblia, localizada no final da avenida 28 de Março, em frente à antiga Estação Ferroviária, mas era um lugar sem expressividade. Estamos felizes com a transferência, a realização das obras e a transformação do Complexo Alberto Sampaio”, comemorou Renan Siqueira.
E ele já visualiza a inauguração: “Teremos um culto no local para abrirmos o espaço para todas as famílias de Campos. Será um local para ressocialização de moradores de rua, porque já desenvolvemos trabalho com este público e vamos continuar conduzindo eles para centros especializados”, falou Renan.
A Associação Evangélica e empresas do projeto “Amigos de Campos” serão responsáveis pela manutenção do Complexo Alberto Sampaio após a inauguração.

Zona de Alagamento e Solução
Em entrevista ao J3News, em dezembro de 2022, o vice-presidente do Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT), Davi Alcântara, disse que um dos pontos de maior vulnerabilidade no período das chuvas é a Avenida José Alves de Azevedo, próximo ao Mercado Municipal e ao antigo Shopping Popular Michel Haddad. Ele também apresentou uma possível solução para o quadro.
“No local, onde já existiu uma lagoa, alaga em praticamente todas as chuvas fortes que ocorrem. Nós estudamos e vamos fazer uma bacia de acumulação naquele local, um grande reservatório, onde a água possa ficar armazenada na hora da chuva forte e depois vá escoando”, cogitou o vice-presidente do IMTT.

O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Via
POR GIRLANE RODRIGUES
Fonte
JORNAL TERCEIRA VIA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × quatro =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?