Mediação e conciliação em questões fundiárias é tema do curso promovido pela Emagis

Começou hoje (20/11), na Seção Judiciária do Paraná (SJPR), o curso Mediação na Justiça Federal – Técnicas e Desafios. O evento é promovido pela Escola de Magistratura do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (Emagis/TRF4) e dirigido a juízes e juízas federais com atuação em conciliação e mediação, gestores dos Cejuscons, servidores e servidoras instrutores de conciliação da 4ª Região. O curso termina na quarta-feira (22).

O desembargador Rogério Favreto, diretor da Emagis, destacou que o curso pretende que os participantes possam aplicar ou identificar a aplicabilidade de metodologias autocompositivas em processos judiciais e, especificamente, conflitos fundiários.

“É fundamental compreender os princípios da mediação e política judiciária nacional sobre o tema. A ideia é explanar sobre técnicas de negociação e como aplicá-las nas etapas, a fim de facilitar a resolução de conflitos”, disse o diretor da Emagis. “Queremos melhorar nossa identificação de conciliação com o Poder Público. Por isso, durante o curso, teremos colegas e representantes de órgãos públicos, para que todos possam compreender as políticas de conciliação existentes. Vamos abordar a questão da política nacional para conflitos fundiários e como aplicá-las, buscando desenvolver ferramentas que auxiliem na pacificação de conflitos que se apresentam nos processos judiciais”, complementou Rogério Favreto.

O curso se desenvolverá por meio de exposições dialogadas e debates entre os participantes, propiciando a exposição e a discussão dos conteúdos pertinentes, tomando-se como referência obras e materiais indicados, além de atividades em grupo.

Com a palavra, o desembargador Hermes Siedler da Conceição Júnior, um dos coordenadores científicos do curso, reiterou que a solução consensual de conflitos deve ser estimulada pelos atores do processo.

A juíza federal Catarina Volkart Pinto, também coordenadora científica do curso Mediação na Justiça Federal – Técnicas e Desafios, disse que refletir sobre como tem sido a atuação da mediação e da conciliação na 4ª Região é importante. “Que a gente consiga trocar experiências e possamos sair daqui mais qualificados e animados para levar o aprendizado nos trabalhos como agentes da conciliação. A formação foi pensada não só em trazer técnicas e ferramentas de conciliação, mas também na compreensão de que é preciso estar em constante processo de formação e reflexão”.

Programação

Na programação do primeiro dia estavam as palestras: A política judiciária de tratamento adequado dos conflitos, apresentada pelo juiz federal Eduardo Tonetto Picarelli; O Sistema de Conciliação da Justiça Federal da 4ª Região, apresentada por Hermes Siedler da Conceição Júnior e Adelar Gallina, com mediação de Bruno Henrique Silva Santos; e Técnicas de negociação e as etapas da conciliação, conduzida por Alfredo Fuchs, Carla de Sampaio Grahl e Michelle Roberta Bravo Bressan.

Confira a programação completa AQUI.

Fotografia dos palestrantes do Curso promovido pela Emagis.

Catarina Volkart Pinto, Hermes Siedler da Conceição Júnior e Eduardo Tonetto Picarelli, durante a abertura do curso
Fotografia dos palestrantes do Curso promovido pela Emagis.Fotografia dos palestrantes do Curso promovido pela Emagis.Fotografia geral do público que participou do curso promovido pela Emagis.Fotografia dos palestrantes do Curso promovido pela Emagis.Fotografia dos palestrantes do Curso promovido pela Emagis.
O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Fonte
TRF4

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + 2 =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?