Justiça determina dissolução de acampamento golpista em Fortaleza e prisão dos participantes

Decisão vale para acampamentos em todo o Brasil. Na capital cearense, bolsonaristas ocupam imediações da 10ª Região Militar.

A Justiça determinou a “desocupação e dissolução total”, em até 24 horas, de acampamentos bolsonaristas montados próximos a áreas militares de todo o país. A decisão é do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, que determina, ainda, que todos os participantes sejam presos em flagrante.

A decisão ocorre após os ataques terroristas às sedes dos três poderes, no domingo (8). Os criminosos estavam reunidos no acampamento antes dos atos.

Bolsonaristas radicais invadiram o Congresso Nacional, o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Palácio do Planalto, neste domingo (8), após entrar em confronto com a Polícia Militar na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Os participantes de atos antidemocráticos estavam com pedaços de paus e pedras.

Segundo a Justiça, seus participantes podem ser presos pela prática dos crimes previstos por lei por “atos terroristas, inclusive preparatórios” e por “associação criminosa”, “abolição violenta do Estado Democrático de Direito” e “golpe de Estado”, “ameaça”, “perseguição” e “incitação ao crime”.

As operações para o fim dos acampamentos devem ser realizadas, conforme a decisão do ministro, pelas Polícias Militares dos Estados e Polícia Federal se necessário.

Atos terroristas em Brasília

 

Policiais militares tentaram conter os bolsonaristas com uso de spray de pimenta, no entanto, eles invadiram a área de contenção que cercava o Congresso Nacional. Imagens do local mostram que um veículo da Força Nacional caiu no espelho d’água do Congresso.

Vidraças da sede do Congresso foram quebradas. Os bolsonaristas radicais alcançaram o Salão Verde da Câmara dos Deputados, área que dá acesso ao plenário da Casa.

Os policiais também usaram bombas de efeito moral na tentativa de conter os participantes do ato antidemocrático.

Todos os participantes caso sejam presos em flagrante podem responder por diversos crimes. — Foto: Fabiane de Paula/Sistema Verdes Mares

Desmonte acampamento bolsonarista

 

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e o Exército realizam, na manhã desta segunda-feira, uma operação no Quartel-General do Exército, em Brasília.

A expectativa é que as forças de segurança cumpram a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes para desmontar imediatamente o acampamento bolsonarista montado no local.

Policiais reforçam presença no QG do Exército, em Brasília, na segunda-feira (9) — Foto: TV Globo/Reprodução

O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Via
Por g1 CE
Fonte
G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito + 6 =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?