Judiciário inicia testes de transcrição de depoimentos com inteligência artificial em videoconferências

Nos próximos 90 dias, cinco comarcas do Judiciário gaúcho realizarão testes de transcrição de depoimentos com inteligência artificial em videoconferências. A Corregedoria-Geral da Justiça escolheu as unidades judiciais da área criminal das comarcas de Porto Alegre, Caxias do Sul, Santa Maria, Passo Fundo e Pelotas para dar início ao projeto denominado “Audiências Inteligentes”. A iniciativa prevê uma maior agilidade nos procedimentos, já que permite a transcrição dos depoimentos em tempo real.

Ao final, o texto poderá ser utilizado como ata da audiência, sendo verificado, no mesmo momento, pelos Advogados e membros da Defensoria Pública e Ministério Público.

Segundo o Diretor da Direção de Tecnologia da Informação e Comunicação (DITIC) do TJRS, Antônio Braz da Silva Neto, após os testes e conclusão da funcionalidade na plataforma em que são realizadas as videoconferências, o arquivo com a transcrição será automaticamente integrado ao sistema eproc.

O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Fonte
TJRS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − dezesseis =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?