Itaperuna: Prefeitura revoga contingenciamento, mas promete manter rigor

Poder público municipal quer equilibrar gastos e enviará projeto de reforma à Câmara

A Prefeitura de Itaperuna, no Noroeste Fluminense, revogou nesta segunda-feira (19), o Decreto Municipal nº 7079, de duas semanas atrás (leia aqui), que implementava medidas de contingenciamento de gastos. O decreto previa uma série de atos para contenção de despesas, gerando preocupação entre o funcionalismo público municipal, que temia, entre outras coisas, o atraso no pagamento dos salários.

Mas, apesar da anulação do decreto anterior, segundo a prefeitura, a nova medida mantém o objetivo de criar estabilidade e equilíbrio nas contas públicas. A decisão, segundo a administração municipal leva em consideração algumas ações em andamento, como uma reforma administrativa que será encaminhada à Câmara Municipal pelo prefeito Alfredo Marques, o Alfredão.

Outras medidas são o recenseamento do funcionalismo público, a reorganização da estrutura administrativa municipal, com a revisão dos cargos, remanejamentos necessários e otimização dos gastos públicos, além da criação da Comissão Municipal para implantar o plano de cargos e salários do funcionalismo.

Há uma semana, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Itaperuna chegou a convocar uma greve, mas cancelou na quarta-feira (14), após confirmado o pagamento do salário de maio, que estava atrasado.

O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Fonte
JORNAL TERCEIRA VIA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 2 =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?