Igreja é alvo de atos de vandalismo e furto na Baixada Campista

Foram levados um aparelho de som e o equipamento projetor datashow

A Paróquia São Sebastião, Saturnino Braga, na Baixada Campista, foi alvo de furto e vandalismo nesta quarta-feira (15). A pessoa responsável pela limpeza da igreja encontrou a porta encostada e vários objetos fora do lugar, no início da manhã, quando chegou para fazer o serviço. O pároco Padre Gustavo Ribeiro dos Santos, atual responsável pelas atividades pastorais, esteve na capela e contabilizou os prejuízos. Foram levados o aparelho de som, que ficava no coro, além de um equipamento projetor datashow. Segundo padre, o sacrário não foi profanado e nenhum objetivo litúrgico foi levado. “Estive na comunidade para prestar apoio aos paroquianos. Comuniquei ao Bispo Diocesano o fato, foi registrado boletim de ocorrência na 134º Delegacia Legal do Centro. Presumimos que o arrombaram a porta lateral da Igreja para ter acesso ao tempo. A porta estava encostada e muitas coisas estavam fora do lugar”, disse Padre Gustavo.

De acordo com o Bispo Diocesano de Campos, Dom Roberto Francisco Ferrerìa Paz, o furto acaba sendo uma ação que coloca não apenas as Igrejas, mas as autoridades de segurança pública em uma situação delicada. “Estamos todos praticamente fazendo um registro mensalmente. Novamente aconteceu, mostra a fragilidade da segurança das Igrejas, mas deve ser tratado com mais dignidade. Três Igrejas em pouquíssimo tempo, além de tudo fazer pensar que é não um ato de roubo, mas de intolerância, pois de fato afeta a liberdade religiosa ao ficar sem o recurso do som. Prejudica o culto e cerceia a liberdade religiosa”, declarou Dom Roberto Francisco.

Dom Roberto acredita que a ação não demonstra somente o delito à liberdade religiosa, mas o desejo de atingir uma igreja, uma religião. “A nossa cobrança é direcionada às autoridades, para perceberem que este fato é uma séria ameaça a democracia, a paz e ao convívio entre as religiões e, portanto, rezamos e firmamos nossa posição de não admitirmos mais estes fatos que depõem contra a fé e a crença”, finalizou Dom Roberto.

O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Fonte
JORNAL TERCEIRA VIA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × um =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?