Homem acusado de estuprar quatro filhas é ouvido em audiência na Justiça de Campos

Crimes foram denunciados e investigados em março deste ano pela Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam)

Está prevista para esta terça-feira (7), em Campos dos Goytacazes, a primeira audiência do réu Jomar Gonçalves, acusado pelo crime de estupro de quatro de suas seis filhas. A denúncia contra ele ocorreu em 6 março deste ano, no distrito de Goytacazes. A delegada Madeleine Dykeman, da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), coordenou, na ocasião, diligências e investigações sobre a prática criminosa. Ele também foi acusado de espancar e manter a esposa em cárcere privado. O acusado será ouvido no 1º Juizado Especial Criminal da Comarca de Campos, a partir de 13h.

Assim que foi formalizada a denúncia, os policiais iniciaram as investigações sobre abuso sexual de menores de idade praticado por Jomar Gonçalves. Ele foi preso em flagrante no dia 13 de março. De acordo com a Deam, ficou comprovado o acusado havia agredido sua esposa por diversos dias, além de ter abusado sexualmente de uma das filhas de 12 anos. Ficou  constatado, ainda, que outras duas filhas mais velhas também haviam sido abusadas anteriormente por ele, tendo sido os fatos registrados.

Delegada Madeleine Dykeman

A delegada Madeleine Dykeman, determinou que os policiais civis da Deam procedessem até o endereço da família, para que as três filhas mais novas de 8 anos, 4 anos e 1 ano fossem encaminhadas para exame de corpo de delito, junto ao Centro de Atendimento ao Adolescente e à Criança (CAAC), no Hospital Ferreira Machado.  Foi comprovado que a menina de 8 anos também havia sido abusada sexualmente pelo pai.

Os crimes de abuso sexual cometidos pelo réu chocaram a opinião pública e causaram grande comoção coletiva em Campos dos Goytacazes. “Ele é, de verdade, o grande abusador das meninas. Ele já abusou de duas filhas mais velhas, que saíram de casa. Fugiram, porque foram abusadas por ele”, disse a delegada Madeleine Dykeman à época.

O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Fonte
JORNAL TERCEIRA VIA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − dezessete =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?