Guarda Municipal vai ganhar programa baseado na Patrulha Maria da Penha

Em entrevista na J3News TV, prefeito falou que duas novas viaturas vão atuar no programa

A Guarda Civil Municipal prestou homenagem para as 212 guardas que fazem parte da corporação. O comandante Wellington Levino anunciou, ao lado da primeira-dama Tassiana Oliveira, a criação de um grupo de apoio à mulher voltado para suas servidoras e a criação de um programa baseado na Patrulha Maria da Penha da Guarda Municipal. A novidade já havia sido anunciada pelo prefeito Wladimir Garotinho, em entrevista para o Especial J3, que foi ao ar nesta quarta (08), na J3 NewsTV. Segundo o prefeito, o nome do programa será “Ronda Maria da Penha”.

Durante a entrevista, Wladimir falou dos avanços nas políticas públicas para mulheres em Campos e nas ações que a rede de apoio à mulher vítima de violência, vem recebendo desde o início de sua gestão.

“Eu inaugurei o Ceam [Centro Especializado de Atendimento à Mulher], logo no início do governo, que era um equipamento de integração que faltava na rede de proteção à mulher. Implantamos o Ônibus Lilás e, uma novidade, a deputada Rosângela Gomes destinou, e vai ser entregue nos próximos dias, dois veículos para a Ronda Maria da Penha. Hoje nós temos a patrulha Maria da Penha, da Polícia Militar e agora nós vamos ter na Ronda Municipal Maria da Penha, que vai prevenir o problema. Serão dois veículos de apoio. Nós já temos o mapeamento, muitas procuram a Casa Benta Pereira, o Ceam, a secretaria. Esse veículo vai ficar rondando as casas dessas mulheres, sem que seus companheiros saibam e qualquer problema que essa mulher venha a ter, ela tenha um atendimento imediato. Isso é prevenção”, disse Wladimir.

Durante o anúncio oficial do novo programa, nessa quarta (08), o comandante da Guarda também falou que as guardas que irão atuar, vão passar por treinamento e vão ter apoio dentro da corporação.

“Primeiro, as nossas guardas vão ter apoio psicológico e treinamento para saber identificar uma situação que merece cuidado, até mesmo entre elas. Precisamos estar com a mente sã para cuidar do outro”.

Veja a entrevista na íntegra:

O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Via
POR DANIELA ABREU
Fonte
JORNAL TERCEIRA VIA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − quatro =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?