Foz do Iguaçu sedia encontro de diretores da SJPR e diretores administrativos da 4ª Região

Durante dois dias (30 e 31/03), os diretores de Secretaria das Varas Federais da  Seção Judiciária do Paraná e os diretores administrativos da 4ª Região (SJSC, SJRS, SJPR e TRF4), estarão reunidos para troca de experiências em busca de atualizações sobre as rotinas de trabalho. O evento acontece na cidade Foz do Iguaçu (PR), e a expectativa é a participação de mais de 150 servidores e magistrados.

Idealizado pela Direção do Foro da SJPR e promovido de forma conjunta pelas Seccionais da 4ª Região e pelo TRF4, o Encontro Anual de Diretores de Secretaria da SJPR – 2023 / Encontro de Diretores Administrativos da 4ª Região terá como tema central Justiça Federal de hoje e do futuro.

O diretor do Foro da SJPR, juiz federal José Antonio Savaris, destaca a importância do encontro para discutir projetos e avaliar cenários e desafios do Poder Judiciário. “A intenção é dialogar e dividir experiências na busca por otimizar o trabalho de todos os gestores e também nos atentarmos às realidades e necessidades locais, uma vez que teremos representantes das 70 Varas Federais do Paraná e de diretores dos três Estados”, explica José Antonio Savaris.

“Queremos realçar o senso de pertencimento em relação à instituição, promovendo o contato, gerando ainda mais motivação e engajamento. Acredito que a integração vai favorecer o trabalho conjunto”, complementa o diretor da SJPR.

Atividades de integração, oficinas, dinâmicas e treinamentos farão parte da programação. O encontro terá também painéis sobre os fluxos de trabalho em conversas com os diretores executivos de Planejamento e Orçamento e de Administração e Gestão de Pessoas do Conselho de Justiça Federal (CJF), corregedoria Regional do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, coordenadoria dos Juizados Especiais Federais (JEFs) e coordenadoria do Sistema de Conciliação do TRF4.

A diretora Administrativa da SJPR, Daniela Hideko Ynoue, reforça que toda a programação foi pensada para propiciar maior interação entre os participantes. “Acredito que muitas experiências para aplicação no trabalho das unidades serão trocadas. E isso vai valer a pena”, finaliza.

O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Fonte
TRF4

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez − cinco =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?