Detento que matou rapaz em pátio de presídio é condenado a 16 anos de prisão

O Tribunal do Júri de Brasília condenou o réu Marcos Barros dos Santos, conhecido por Qualhada, a 16 anos de prisão, por matar Rubens Ricardo Nascimento, no pátio destinado ao banho de sol dos detentos no interior do Centro de Internamento e Reeducação (CIR), localizado no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília/DF.

O crime aconteceu no dia 8 de novembro de 2020, por volta de 11h40. O acusado fez uso de um “estoque”, instrumento artesanal perfurocortante. Marcos dos Santos acabou condenado por  homicídio qualificado, praticado mediante emprego de recurso que dificultou a defesa do ofendido, que foi surpreendido pelo agressor de surpresa, não prevendo o ataque por estar em momento de repouso e banho de sol, segundo a denúncia do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT).

Marcos irá cumprir a pena em regime fechado e não poderá recorrer em liberdade.

Acesse o PJe1 e confira o processo: 0001858-63.2020.8.07.0012

O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Fonte
TJDFT

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − 1 =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?