Comarca de Turvo destina mais de R$ 200 mil para projetos sociais de entidades locais

A comarca de Turvo promoveu, nesta semana, uma entrega simbólica de verbas de penas pecuniárias para entidades do extremo sul, que totalizaram a liberação de R$ 204 mil para realização de projetos de relevância social. A solenidade aconteceu no Salão do Júri da comarca e foi conduzida pelo juiz Manoel Donisete de Souza, titular da Vara Única da comarca, acompanhado do promotor de justiça Claudio Everson Gesser Guedes da Fonseca.

Entre os beneficiados estão projetos do Hospital São Roque, de Jacinto Machado; Hospital Santo Antônio, de Timbé do Sul; Hospital São Sebastião, de Turvo; as Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes) de Turvo, Timbé do Sul e Jacinto Machado; a Associação Abraça; a Associação Vida Nova e a Associação Cultural Anita Garibaldi, todas de Turvo.

O Hospital São Roque, de Jacinto Machado, teve projeto beneficiado no valor R$ 15 mil para equipar o centro cirúrgico da instituição. Ao Hospital Santo Antônio, de Timbé do Sul, foi destinado R$ 15 mi para aquisição de camas hospitalares. Por fim, ao Hospital São Sebastião, de Turvo, foram outros R$ 15 mil para aquisição de toalhas, lençóis, fronhas, cobertores e outros itens de cama e banho para uso dos pacientes da instituição.

Já para a Apae de Turvo foi destinado R$ 15 mil para equipar a ala da assistente social, sala de artes e sala de múltiplas atividades; para a Apae de Timbé do Sul, R$ 15 mil para aquisição de cadeiras de rodas e materiais para a sala de fisioterapia; e mais R$ 15 mil para a Apae de Jacinto Machado para aquisição de materiais pedagógicos e escolares.

A Associação Abraça, foi beneficiada em R$ 15 mil, para atender com cestas de higiene família que vivem em situação de vulnerabilidade e promover encontros quinzenais com atendimentos e atividades. Já para a Associação Vida Nova foi destinado R$ 15 mil para aquisição de equipamentos de carpintaria, marcenaria, jardinagem, entre outros. A Associação Cultural Anita Garibaldi foi beneficiada em R$ 10 mil para promoção da Invernada Anita Garibaldi Mirim, da qual participam crianças e adolescentes carentes.

Além desta entrega, por meio do mesmo edital de destinação, já haviam sido liberados, entre outras destinações, os valores de R$ 80 mil para a S.O.S. 4 Patas, de Turvo, para quatro mutirões de castração de animais domésticos; R$ 10 mil para o Instituto S.O.S. Bicho Urbano, para mutirão de esterilização de animais domésticos na cidade de Timbé do Sul, e R$ 10 mil para o Capítulo Sir Miguel Ângelo Kusznievicz n. 301, da Ordem DeMolay de Araranguá, para insumos necessários à realização de evento de arrecadação de fundos para entidades filantrópicas e também doação de cestas básicas ao CRAS de Turvo, para distribuição entre famílias carentes.

Os valores destinados aos projetos são provenientes de penas pecuniárias, que correspondem a uma medida alternativa à prisão, aplicadas em crimes de menor potencial ofensivo cometidos sem violência ou grave ameaça, sem previsão de regime fechado, com penas inferiores a quatro anos de reclusão e se o réu não for reincidente. Vale destacar que a prioridade dos recursos é para vítimas dos crimes ou dependentes, porém, há também a opção de doação desses valores para projetos sociais.

Imagens: Divulgação/Comarca de Turvo
Conteúdo: Assessoria de Imprensa/NCI
Responsável: Ângelo Medeiros – Reg. Prof.: SC00445(JP)
O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Fonte
TJSC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − 10 =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?