CJF sedia reunião do Comitê Gestor de Sistema de Tecnologia da Informação da Justiça Federal*

O Conselho da Justiça Federal (CJF) sediou, no último dia 25 de maio, a reunião mensal do Comitê Gestor do Sistema de Tecnologia da Informação da Justiça Federal (Sijus). Os trabalhos foram conduzidos pelo secretário de Tecnologia da Informação (STI) do Conselho, Charles Fernando Alves, e contaram com a participação de representantes das subsecretarias de TI do CJF e dos secretários de Tecnologia da Informação dos seis Tribunais Regionais Federais (TRFs).

Entre os pontos discutidos, destacaram-se as negociações para ampliar a parceria entre o Conselho e os TRFs na implantação de sistemas de TI nacionais, nos moldes do Sistema Eletrônico de Recursos Humanos (SERH). A implantação do SERH será concluída este mês no Conselho e posteriormente será implementada nos Tribunais da 2ª e 3ª Regiões.

O Sistema Eletrônico de Recursos Humanos foi desenvolvido pelo TRF4 e aprovado pelo Colegiado do Conselho em 15 de março de 2021. Ele servirá como um sistema corporativo nacional, sendo a única ferramenta informatizada para a gestão do quadro de pessoal do CJF e da Justiça Federal de 1º e 2º graus. A meta é implantá-lo em todos os órgãos até dezembro de 2026.

Além disso, foi discutido o fortalecimento da contingência da Nuvem da Justiça Federal, conhecida como NUJUFE, para garantir alta disponibilidade dos sistemas nacionais. Em 28 de junho de 2021, o Conselho da Justiça Federal aprovou a Resolução CJF n. 716, que estabeleceu o modelo de governança, gestão e operação da NUJUFE, visando melhorar a infraestrutura e a governança da Tecnologia da Informação.

Outro ponto importante das discussões foi a padronização dos cargos na área de TI da Justiça Federal. “Essa é uma pauta que busca valorizar os servidores da área de tecnologia e também abordamos a possibilidade de absorver profissionais concursados de outros órgãos para compor a equipe de Tecnologia da Informação”, afirmou Charles Fernando Alves, secretário de TI do CJF.

*Fonte: CJF

O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Fonte
TRF2

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + 1 =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?