CCJF sedia lançamento 15/6 do livro “Escritos Democráticos em Homenagem ao Desembargador Antonio Ivan Athié”

Será lançado no dia 15 de junho (quinta-feira), no Centro Cultural Justiça Federal (CCJF), o livro “Escritos Democráticos em Homenagem ao Desembargador Antonio Ivan Athié”. O evento terá início às 18 horas. O CCJF está localizado na Avenida Rio Branco, 241, no Centro do Rio de Janeiro.

A obra presta tributo ao magistrado que atuou por 39 anos na Justiça Federal, e tem autoria assinada a seis mãos pela desembargadora federal, diretora-geral do CCJF e professora de Direito Processual Penal, Simone Schreiber, e pelos advogados e também docentes da matéria Diogo Malan e Thiago Bottino.

 

 

O prefácio da obra ficou a cargo do ministro do Superior Tribunal de Justiça Messod Azulay: “Difícil descrever suas qualidades sem parecer afagos que se fazem aos amigos que nos são caros e a quem não queremos desapontar. Não sendo esse, entretanto, o caso do homenageado, com quem convivi profissionalmente no Tribunal [Regional Federal] da 2ª Região, e pude assistir à sua atuação competente e bem estruturada em face dos desafios inevitáveis da profissão”, resumiu o ministro.

Paulista de Piracicaba, Ivan Athié onde iniciou sua vida profissional como advogado em 1974, Antonio Ivan Athié ingressou no serviço público em 1981, após aprovação para o cargo de procurador da República. Iniciou sua atuação na SubProcuradoria Geral da República e, posteriormente, na Procuradoria da República no Distrito Federal.

Na magistratura federal, ingressou aprovado por concurso em 1984, exercendo a atividade inicialmente na Seção Judiciária no Estado de Rondônia, até janeiro de 1988. Foi Diretor do Foro das Seções Judiciárias de Rondônia e do Acre.

Em 1987, respondeu cumulativamente também pela Seção Judiciária do Estado do Acre, em Vara Únicas. Atuou como juiz do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Rondônia de setembro de 1984 a janeiro de 1988.

A partir de fevereiro de 1988 assumiu a titularidade da 4ª Vara Federal da Seção Judiciária do Espírito Santo, onde também exerceu o cargo de diretor do Foro, por duas ocasiões. Foi juiz do TRE do Espírito Santo por dois biênios intercalados.

Em 31 de outubro de 2000, foi alçado ao cargo de desembargador federal do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, em vaga deixada com a aposentadoria da desembargadora federal Tanyra Vargas de Almeida Magalhães.

O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Fonte
TRF2

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 19 =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?