CCJF agora faz parte do Quadrilátero Cultural da Cinelândia e em junho apresenta a Mostra Solo 2023*

O Centro Cultural Justiça Federal (CCJF) agora faz parte do Quadrilátero Cultural da CInelândia, conforme a Lei Municipal nº 7.895/2023 sancionada em 25/5/2023. A norma tem a finalidade de apoiar, promover, valorizar e divulgar manifestações artísticas e culturais no entorno.

E o CCJF continua com sua programação super diversificada. Nesse mês de junho, apresenta a 2ª edição da Mostra Solo, sucesso em 2022, bem como atrações musicais variadas, cursos, documentários, exposições entre outras atividades culturais.

Confira abaixo os detalhes das atividades programadas.

A programação completa e atualizada pode ser acessada pelo site do CCJF:

Centro Cultural Justiça Federal – CCJF
Endereço: Avenida Rio Branco nº 241, Centro, Rio de Janeiro, RJ.
Telefone: +55 21 3261-2550
Horário de funcionamento: de terça a domingo das 11h às 19h.

MÚSICA

Série Violões da AV-Rio apresenta Gilson Antunes

Neste recital a série presta homenagem aos 115 anos da imigração japonesa no Brasil, através de variações sobre um popular tema daquele país, Sakura.
Gilson Antunes é paulista de Ilha Solteira, tendo iniciado sua carreira como solista em 1989. É violonista com presença regular em salas de concerto do mundo todo, tendo se consolidado no cenário do violão como um hábil e versátil instrumentista.

Data: 3/6
Horário: às 17h
Público-alvo: músicos, amantes da música, interessados em música clássica e público em geral
Classificação indicativa: livre
Valor: R$10,00 (inteira) e R$5,00 (meia-entrada)
Local: Sala de Sessões

Saiba mais

Música no Museu

O evento apresenta em junho 2023 mais um programa movimentado ressaltando os grandes compositores brasileiros.

Convidados:
Coral Bate-Boca: regência Deco Fiori;
Coral As Terças-feiras: regência André Protasio

Programa:
Clássicos brasileiros

Data: 22/6
Horário: às 18h
Público-alvo: público em geral, especialmente amantes de música clássica, músicos e pessoas interessadas em espetáculos de alto nível artístico.
Classificação indicativa: livre
Valor: gratuito
Local: Sala de Sessões

Mais informações: https://www.musicanomuseu.com.br/

Saiba mais

AV-Rio Coletivas apresenta Classe de Violão de Marco Lima

A série AV-Rio Coletivas busca ampliar as ações coletivas de performance violonística no Rio de Janeiro. Este segundo recital de 2023 traz estudantes do conhecido concertista e professor carioca Marco Lima, o mais premiado violonista de nosso estado nas últimas décadas. Serão executadas obras selecionadas dos séculos XX e XIX, com destaque para os repertórios brasileiro e latino-americano. Com Alexsandro Santos, Leonardo Franco, Marcelo Chiapparini, Mila Ghivelder e Raphael Rodrigues

Músico: Marco Lima – Bacharel em Violão e Mestre em Música pela UNIRIO. Mestre em Violão pela Hochschule für Musik Karlsruhe (Alemanha), Doutor em Música pela UFRJ.

Data: 24/6
Horário: às 17h
Público-alvo: amantes de música clássica, músicos e público em geral
Classificação indicativa: livre
Valor: R$10,00 (inteira) e R$5,00 (meia-entrada)
Local: Sala de Sessões

Saiba mais

Desafios Musicais

Evento seriado de vídeo-concertos de música clássica, realizado por Saulo Sergio Chermont, e que já acontece há mais de uma década no nosso cinema, homenageando diversos musicistas cujas obras marcaram o cenário musical mundial.
Nessa edição, serão apresentadas algumas obras dos compositores brasileiros Heitor Villa-Lobos e Claudio Santoro, do mexicano Arturo Márquez e do húngaro Béla Bartók.

Data: 24/6
Horário: às 15h
Público-alvo: amantes de música clássica, músicos, interessados em música e público em geral
Classificação indicativa: livre
Valor: R$50,00 (inteira) e R$25,00 (meia-entrada)
Local: Cinema

Saiba mais

Prelúdio 21 – Música do Presente apresenta Hugo Pilger (violoncelo)

A série Prelúdio 21 – Música do Presente apresenta o segundo concerto da temporada 2023, com o renomado violoncelista Hugo Pilger. Ele irá interpretar obras instigantes dos compositores do Prelúdio 21 que exploram a riqueza sonora do violoncelo, aliadas ao virtuosismo e expressividade do intérprete.
Os compositores Alexandre Schubert, J. Orlando Alves, Marcelo Carneiro, Marcos Lucas e Neder Nassaro formaram o Prelúdio 21 em 1998. O grupo congrega compositores de diferentes tendências estéticas, e tem por objetivo tornar a música contemporânea mais difundida, por meio de recitais e palestras.

Data: 24/6
Horário: às 15h
Público-alvo:
amantes de música, músicos e público em geral
Classificação indicativa: livre
Valor: gratuito
Local: Sala de Sessões e YouTube do CCJF

Saiba mais

DOCUMENTÁRIO

Rio, Negro

O documentário Rio, Negro apresenta um outro olhar para a história do Rio de Janeiro, assentado na presença e contribuição da população negra de origem africana na formação da cidade. A partir de entrevistas e amplo material de arquivo, a narrativa busca desvelar como a população negra construiu trajetórias individuais e laços comunitários em uma cidade-diáspora marcada pelas disputas em torno do projeto “civilizatório” das elites brancas. Rio, Negro confere centralidade a esse debate, articulando o ideário racista, a transferência da capital para Brasília e suas consequências político-institucionais para o Rio de Janeiro.

Haverá um debate após cada exibição.

Datas e horários:
15 e 22/6 às 18h
1/7 às 16h

Público-alvo: público jovem universitário, idosos e público em geral
Classificação indicativa: 12 anos
Valor: gratuito
Local: Cinema

Saiba mais

SARAU MULTIMÍDIA

Poesia Plural – Edição especial com o Rio Psiu Poético

Sarau multimídia com curadoria de Tchello D’Barros, com performances, exibição de projeção de poemas visuais e videopoesia e lançamento de livro e microfone aberto. Nesta edição será lançada a antologia internacional “Nós da Poesia – Vol. 08”, organizado por Brenda Marques Pena, com poemas de 60 poetas latino-americanos. O sarau contará ainda com poetas de diversos pontos do Brasil, integrando a programação do Rio Psiu Poético, capitaneado pelo poeta Aroldo Pereira.

Data: 17/6
Horário: das 18h às 21h
Público-alvo: público em geral
Classificação indicativa: livre
Valor: gratuito
Local: Galeria do 2º andar

Saiba mais

ENCONTRO

2º Encontro INTERGERACIONAL / CUIDAR: Rede de apoio da Pessoa Idosa e do Cuidador

Em 2023 o Dia Mundial da Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa será levado a efeito por iniciativa da Comissão da Pessoa Idosa da ANI e discutirá a Rede de apoio da Pessoa Idosa e do Cuidador, dramaticamente vivenciada durante a pandemia do covid 19.

Presidente de honra:
Maria Helena Cisne- Desembargadora Federal aposentada – TRF 2ª Região

Palestrantes
– Lorena Boccia- Juiza
– Paulo de Carvalho – Médico neurologista Professor Doutor da UNIRIO
– Paula de Almeida Pereira – Assistente Social TJRJ /Barra Mansa

Coordenadora
Dina Frutuoso – Profª Drª UFRJ- Presidente da Comissão da Pessoa Idosa da ANI

Data: 15/6
Horário: das 15h às 17h
Público-alvo: Idosos e cuidadores
Classificação indicativa: livre
Valor: gratuito
Local: Cinema

Saiba mais

SEMINÁRIO

Perícias em Obras de Arte

A relação das obras de arte com o mundo do crime é amplamente conhecida. Obras de arte são utilizadas nos crimes de violação de direitos autorais (falsificações), estelionato, corrupção, lavagem de dinheiro e financiamento de atividades ilícitas. Ao examinar uma obra de arte constituinte de um corpo de delito, o Perito Criminal passa necessariamente por três etapas importantíssimas: 1- Identificação; 2- Autenticação; e 3- Avaliação.
O Seminário Perícia em Obras de Arte pretende traçar um panorama sobre a pesquisa e exames periciais em obras de arte, e, para tanto, reúne um seleto grupo de profissionais com especialidades pertinentes ao tema proposto.

Data: 17/6
Horário: das 14h às 18h
Público-alvo: estudantes, pesquisadores, profissionais, interessados em perícias em obras de arte e público em geral
Carga horária: 3h20
Valor: gratuito
Local: Cinema e YouTube do CCJF

Saiba mais

CINEMA

Mostra Pesadelo na Tela – Horror e Medo no Cinema Latino-americano Contemporâneo

A mostra reunirá filmes de horror e suspense realizados nas duas primeiras décadas do século XXI, contemplando obras brasileiras, argentinas, uruguaias, chilenas, peruanas, cubanas, mexicanas, colombianas, entre outras.

O recorte proposto traz curtas e longas-metragens de diferentes orçamentos e modelos de produção, e pode ser dividido em duas linhas principais:
1) filmes de cineastas comprometidos com produções de cinema de gênero na América Latina
2) filmes de cineastas que mesclam aspectos do horror e do suspense com suas próprias perspectivas autorais sobre o cinema e a sociedade, obtendo resultados híbridos com gêneros como a comédia, o melodrama e o drama social.

Datas e horários:
31/5 e 7/6 às 18h30
1º, 2, 3, 4, 8, 9, 10 e 11/6 às 16h e às18h30
Público-alvo: pessoas interessadas em um cinema artístico-autoral que reflete sobre o horror e o medo nas sociedades latino-americanas
Valor: gratuito
Local: Cinema
Programação e classificação indicativa: site do CCJF

Saiba mais

AULAS PRÁTICAS

Artes Corporais Chinesas para a Saúde e Vitalidade

Aulas regulares de artes corporais chinesas para a saúde e a vitalidade, com o objetivo de criar novos hábitos e, ao mesmo tempo, fortalecer o corpo como um todo, inclusive os órgãos internos, através da circulação do sopro, ou energia vital, com as práticas de Qigong e Lian Gong em 18 Terapias.

Data: às terças e quintas-feiras
Horário: das 12h às 13h
Público-alvo: adultos e pessoas da terceira idade
Professora: Fádua Gustin dedica-se ao estudo e ensino das artes corporais chinesas para a saúde desde 1991 (Lian Gong em 18 Terapias, Qigong para a saúde, Tai Chi Pai Lin, Taiji Quan) . É instrutora e árbitra autorizada de Lian Gong em 18 Terapias pela Shanghai Municipal Lian Gong Shi Ba Fa Association, República Popular da China.
Local: Sala de cursos
Valor: R$220,00 por mês
Inscrições: faduagustin@gmail.com

Saiba mais

VISITA ORIENTADA

Visita orientada ao CCJF – Da Justiça à Arte

A visita conta a história do prédio, desde sua construção até os dias atuais. Projetado pelo arquiteto Adolpho Morales de Los Rios para ser originalmente o Palácio Arquiepiscopal, o edifício – exemplar da arquitetura eclética – abrigou o Supremo Tribunal Federal de 1909 a 1960. Atualmente, é um dos poucos remanescentes da reformulação da cidade do Rio de Janeiro ocorrida no início do século XX.

Data: a ser agendada pelo endereço visitas.ccjf@trf2.jus.br
Horário: a combinar
Público-alvo: público em geral
Valor: Gratuito
Local: Presencial no CCJF ou pelo Zoom do CCJF

Saiba mais

EXPOSIÇÃO

Corpo de Delito

A mostra “Corpo de Delito” apresenta interseções, encontros, distinções e fusões dinâmicas entre ciência e arte. A coletiva reúne os artistas em torno deste diálogo e propõe um sensível olhar entre vida e morte, entre obras de arte contemporânea e o acervo do Museu de Cera do Instituto Médico-Legal Afrânio Peixoto e Centro Cultural da Polícia Civil, com esculturas de cera do médico e também artista Alberto Baldissara.

A exposição fez parte do regulamento do CCJF divulgado em 2020 para ocupação de espaço no ano de 2021. No entanto, por conta da pandemia de COVID-19 só pôde ser realizada este ano.

Curadoria: Rafael Mayer

Artistas participantes
Ana Biolchini
Antonio Bokel
Beanka Mariz
Dora Smék
Eric Collette
Liana Nigri
Mayer
Panmela Castro
Paul Setúbal
Rodrigo Pedrosa

Período de visitação: 6/5 a 18/6
Horário: de terça a domingo, das 11h às 19h.
Local: Galerias do 1º andar
Valor: gratuito
Classificação indicativa: 16 anos

Saiba mais

O Real Arde

O Real Arde é uma exposição coletiva, composta por 16 artistas de distintos lugares, que propõe um intercâmbio de experiências e diálogos visuais entre o espaço expositivo, a rua e o público, que se desdobra virtualmente, através de ações performáticas e de conversas no âmbito virtual.

A exposição fez parte do regulamento do CCJF divulgado em 2020 para ocupação de espaço no ano de 2021. No entanto, por conta da pandemia de COVID-19 só pôde ser realizada este ano.

Curadoria: Bia Petrus e Bernardo Bazani
Produção: Jacqueline Melo

Artistas participantes:

Agrippina R. Manhattan
Ana B.
Andressa Boel
Arian Carvalho
Celson Honório
Dôda Paranhos
Everson Verdião
Fernanda Morais
Fernando Porto
Julia Saldanha
Luíza Donner
Marcel Alcantara
Marcelo Oliveira
Mayara Velozo
V.C
Vinícius Davi

Período de visitação: 6/5 a 18/6
Horário: de terça a domingo, das 11h às 19h.
Local: Galerias do 1º andar
Valor: gratuito
Classificação indicativa: livre

Saiba mais

Um Caminho de Duas Mãos

Nesta exposição, os trabalhos do artista plástico Raul Leal propõem um olhar afetivo sobre a paisagem natural do Brasil e questiona o modo como lidamos com esse ambiente.

A exposição fez parte do regulamento do CCJF divulgado em 2020 para ocupação de espaço no ano de 2021. No entanto, por conta da pandemia de COVID-19 só pôde ser realizada este ano.

Curadoria: Shannon Botelho

Artista: Raul Leal

Raul Leal é natural de Miracema, no Estado do Rio, e radicado no Rio de Janeiro. Formado pela Escola de Artes Visuais (EAV) do Parque Lage. Realizou diversas exposições individuais e coletivas em instituições como Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Museu da República – RJ, Museu de arte Contemporânea de Ribeirão Preto – SP, Museu de arte de Blumenau – SC, entre outras.

Abertura: 24/6 (sábado) às 15h
Período de visitação: 24/6 a 13/8
Horário: de terça a domingo, das 11h às 19h.
Local: Galerias do 1º andar
Valor: gratuito
Classificação indicativa: livre

Saiba mais

TEATRO

Mostra Solo 2023

Devido ao grande sucesso da Mostra Solo CCJF em 2022, o Centro Cultural Justiça Federal apresenta a segunda edição do evento. Cada semana um espetáculo diferente, com temas que vão desde a solidão até as complexidades das relações humanas.
O objetivo da mostra é provocar uma reflexão sobre nossas relações com o mundo e com nós mesmos, utilizando a arte como instrumento para a contemplação e a compreensão da vida.
Com performances impactantes e atuações intensas, os monólogos prometem emocionar e surpreender a plateia, oferecendo um mergulho profundo nas questões que nos afligem como seres humanos.

Saiba mais

Confira os espetáculos que fazem parte da Mostra Solo 2023:

Não Peça

Neste monólogo, conhecemos Jandira, de Cantochão no Estado de Calamidade, que cresceu e ainda mora nos fundos de um teatro. Lá, aprendeu a ler nos textos de peças apresentadas e trabalha como faxineira, bilheteira e baleira. Quando o elenco da peça em cartaz fica preso em um engarrafamento de grandes proporções, Jandira recebe mais uma atribuição: segurar o público até a chegada dos atores. E assim, a vida de Jandira acaba dando em uma peça. Ou melhor, em uma “não peça”.

Com: Lucília de Assis, autora e atriz, indicada ao Prêmio Shell, em 2019, pela dramaturgia do espetáculo Não Peça.

Datas: 2, 3 e 4/6 (sextas, sábados e domingos)
Horário: às 19h
Público-alvo: artistas, atores e todos os interessados em teatro e público em geral.
Classificação indicativa: 10 anos
Valor: R$50,00 (Inteira), R$25,00 (meia-entrada)
Local: Teatro

Pormenor de Ausência

Resultado de uma minuciosa pesquisa em seus acervos pessoais e suas obras, o monólogo Pormenor de Ausência é um texto biográfico sobre João Guimarães Rosa, um dos maiores escritores brasileiros.
O texto é escrito em primeira pessoa e dissolve fronteiras entre biografia, ficção e ensaio historiográfico. Entrelaçando textos ficcionais e trechos de cartas e documentos, a peça reconstitui seus os últimos anos de vida, e traz uma visão singular sobre o autor.
A proposta é divulgar e tornar mais acessível este escritor que reúne, de forma magistral, a cultura popular e erudita.

Com: Giuseppe Oristanio, ator

Datas: 9, 10 e 11/6 (sextas, sábados e domingos)
Horário: às 19h
Público-alvo: público em geral.
Classificação indicativa: 12 anos
Valor: R$50,00 (Inteira), R$25,00 (meia-entrada)
Local: Teatro

Cora do Rio Vermelho

O espetáculo faz um passeio pela vida e a obra da poeta, contista e doceira Cora Coralina. O monólogo reúne textos e poemas que falam sobre a força feminina e a alma da mulher brasileira. A peça reúne teatro, literatura e educação, representando a multiplicidade de Cora Coralina e o diálogo entre diferentes linguagens.
Cora do Rio Vermelho estreou em março de 2021, de modo virtual, por conta da pandemia, mas, nesse mesmo ano, começou a se apresentar no formato presencial, na cidade de São Paulo. Em 2022, a peça foi trazida ao Rio de Janeiro, sendo vista por mais de 5 mil pessoas em mais de 50 apresentações por todo o Estado.

Com: Raquel Penner, atriz

Datas: 16, 17 e 18/6 (sextas, sábados e domingos)
Horário: às 19h
Público-alvo: público em geral.
Classificação indicativa: 12 anos
Valor: R$50,00 (Inteira), R$25,00 (meia-entrada)
Local: Teatro

Riobaldo

Grande Sertão: Veredas – obra prima da nossa literatura, recebe leitura teatral. No recorte, o personagem central do romance, o ex-jagunço Riobaldo relembra sua vida e seus três grandes amores: Diadorim, Nhorinhá e Otacília. O incompreendido amor homossexual por Diadorim, o amigo que lhe apresentou a vida de jagunço e lhe abriu as portas do conhecimento da natureza e do humano, levando-o a um pacto fáustico; o amor carnal e sem julgamentos pela prostituta Nhorinhá; e o amor purificador por Otacília, a esposa, que o resgatou do pacto fáustico e o converteu num ‘homem de bem’.

A trama roseana transita entre o real e o misterioso, atingindo o universal. O espetáculo traz temas como a sexualidade, a masculinidade, e, principalmente, o amor, em suas mais diversas formas.

Com: Gilson de Barros, ator, diretor e dramaturgo

Datas: 23, 24 e25/6 (sextas, sábados e domingos)
Horário: às 19h
Público-alvo: público em geral.
Classificação indicativa: 16 anos
Valor: R$50,00 (Inteira), R$25,00 (meia-entrada)
Local: Teatro

CURSOS/OFICINAS

EMPREENDENDO COM GESTÃO CRIATIVA

Série de eventos presenciais relacionados à gestão cultural que acontecem no CCJF.

Professora: Sandra Pedroso
professora, contadora, produtora e gestora cultural, especialista na temática de Prestação de Contas e Elaboração de Projetos em vários segmentos culturais e sociais para diversas produtoras cinematográficas e artísticas.

– Certificado ao final do curso

Curso on-line “Prestação de Contas de Projetos Culturais”

O curso objetiva fornecer instrumentos gerenciais que possibilitem a prestação de contas, com transparência demonstrando a boa execução e a Gestão de Negócios Culturais com eficiência e eficácia de acordo com a legislação vigente e dos editais. Serão fornecidos elementos que possam capacitar o empreendedor a minimizar os equívocos na execução.

Datas: 13, 15, 20 e 22/6/23
Horário: das 17h às 20h
Carga horária: 12 horas
Público-alvo: empreendedores da economia criativa
Valor: R$60,00
Local: Zoom do CCJF
Inscrição: Sympla
Sujeito a formação de turma – mínimo de 10 participantes

Saiba mais

Oficina Narrativas Femininas em Colagem

O objetivo da oficina é, a partir da união de neurociência e colagem, exercitar a criatividade, construir narrativas junto às participantes. Partindo de um olhar sobre a narrativa feminina com suas particularidades, as participantes experimentam processos em colagem. Desejamos propor novos olhares sobre temas como síndrome do impostor, autoconfiança, aprendizagem contínua, sempre utilizando a colagem como expressão

Professora: Hannah23 – artista visual, facilitadora de processos criativos, designer editorial e mãe. Especialista em Design Editorial (IED Rio) e em Neurociência (PUCRS). Utiliza a pesquisa em colagem como forma de ressignificar olhares e materiais. Esta pesquisa tem se desdobrado em exposições coletivas, ilustrações, zines e em muitos cadernos.

Datas: 3, 17, 24 /6 e 1/7 (sábados) – as oficinas são independentes e dia 1/7 haverá tradução em libras)
Horário: das 14h às17h
Carga horária: 3 horas
Público-alvo: mulheres acima de 50 anos (cis e trans)
Valor: R$180,00
Local: Sala de Cursos
Inscrições: Sympla
Certificado ao final de cada oficina.

Saiba mais

Corpo Poesia – Workshop de Teatro Físico

Uma proposta de imersão para atores e atrizes que explora a relação entre corpo e atuação, considerando não só todos os recortes sociais que produzem identidade (raça, gênero, etnia, idade e muitos outros), mas também a potência energética presente em cada um de nós. A energia é a ponte que nos une nas diferenças. Essa é uma imersão pensada como um espaço acolhedor para todos os tipos de corpos e backgrounds, onde a jornada de aprendizagem é adaptada às particularidades de cada participante.

Professora: Bia Laere – multiartista, pós-graduada em Artes Performáticas – Teatro, Dança e Artes Visuais pela CAL. Formada em Teatro e Performance Contemporânea Britânica e Irlandesa, na Universidade de Edimburgo, na Escócia. Pesquisa dança-teatro há 8 anos.

Data: 10/6 (sábado)
Horário: das 14h às16h
Carga horária: 2 horas
Público-alvo: atores, atrizes e todos os demais interessados, independente da formação
Pré-requisito: maiores de 16 anos
Valor: R$120,00 (pessoas autodeclaradas pretas, pardas ou indígenas, pessoas da comunidade LGBTQIA+ e estudantes de artes cênicas tem desconto de 50%)
Local: Sala de Cursos
Inscrições: beatrizlaere@gmail.com
Certificado ao final do workshop

Saiba mais

*Fonte: CCJF

O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Fonte
TRF2

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × cinco =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?