Audiências na Comarca de Tapes tratam de acolhimento de crianças e adolescentes

O Juiz de Direito da Comarca de Tapes Ramiro Baptista Kalil promoveu, na manhã do dia 19/05, audiências concentradas com equipes dos abrigos da cidade e dos municípios vizinhos de Cerro Grande do Sul e Sentinela do Sul.

A atividade aconteceu no Foro local, com o objetivo de reavaliar a situação jurídica e psicossocial das crianças e adolescente acolhidos. Foram analisadas a manutenção do abrigamento, ouvidas as famílias interessadas e determinadas outras disposições, como estudos sociais e direitos de visitação.

Participaram representantes do Ministério Público, Defensoria Pública, Conselhos Tutelares, secretarias municipais e equipes técnicas forenses. Na Comarca são 13 crianças acolhidas.

“A realização da audiência concentrada é de suma importância, dado que a proteção integral e prioritária das crianças e adolescentes é tutelada pela própria Constituição Federal”, comenta o magistrado. Segundo Kalil, é cada vez mais necessária a aproximação do Poder Judiciário com os demais órgãos de proteção, “haja vista que atuam na primeira linha para resguardar e proteger os direitos e interesses daqueles em condição peculiar de desenvolvimento”.

 

Juiz Ramiro Kalil (último à dir.), servidores e equipe da casa de acolhimento de TapesCréditos: Divulgação/Comarca de Tapes

 

Após as audiências, o Juiz e equipe foram recebidos pelo Abrigo Municipal de Tapes para um almoço, ocasião em que conheceram as instalações da casa e trataram de diversas questões inerentes à Infância e Juventude.

O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Fonte
TJRS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × dois =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?