A JE Mora ao Lado: para mesária de São Leopoldo (RS), atuar nas eleições é uma forma de fazer mais pelo coletivo

Há 20 anos ela contribui com a Justiça Eleitoral durante a votação

A técnica judiciária Luciana Daut, de 50 anos, moradora de São Leopoldo (RS), atua desde os 20 anos como mesária e, nesse período, já passou por várias funções, acompanhando de perto as mudanças no processo eleitoral brasileiro. Há quase 18 anos, ela tem atuado de uma forma diferente, não mais nos locais de votação, em contato direto com eleitoras e eleitoras, mas agora como escrutinadora.

“Somos responsáveis por conferir e recolher nas seções todo o material quando as eleições se encerram e também por encaminhar para a Justiça Eleitoral fazer a apuração. É diferente de quando comecei nessa função. Antes, encerrava a eleição e os presidentes de seções se dirigiam a um ginásio de esportes para a conferência dos votos. No local, nós recebíamos o material para eles e realizávamos uma conferência”, explica.

Veja a entrevista no canal do TSE no YouTube.

Segundo Luciana, é bastante importante essa contribuição que mesárias e mesários dão à Justiça Eleitoral. “As eleições são uma manifestação importante da vontade popular. Estamos escolhendo o futuro do país. Se não tivesse essas pessoas que auxiliam eleitoras e eleitores, como seria?”, questiona.

Defensora do voto, como ela mesma se define, Luciana destaca que é preciso valorizar o processo eleitoral brasileiro. “Sempre acompanhei e sempre vi o processo como ótimo, excelente, super seguro. A gente sabe todos os processos da uma eletrônica. Tudo isso é muito importante para a democracia”, afirma.

O que motiva Luciana é poder dar a contribuição dela ao Brasil, poder auxiliar as pessoas que votam, passar tranquilidade a todas e todos. Para ela, é preciso que as pessoas tenham essa consciência de fazer mais pelo coletivo e menos pelo individual. “É o coletivo que vai melhorar o individual. Todo mundo tem de fazer a sua parte. É gratificante atuar nas eleições”, disse.

Série Mesários

Esta história faz parte da série Mesários – A Justiça Eleitoral Mora ao Lado. Os textos estão sendo publicados desde fevereiro, mês em que a Justiça Eleitoral comemorou 90 anos. A ideia é mostrar que a atuação para garantir o processo democrático por meio das eleições só é possível graças às mesárias e aos mesários que participam ativamente do processo eleitoral em todo o país.

MM/CM

O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Fonte
TSE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − dezessete =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?