A JE Mora ao Lado: colaborador tem quase 40 anos de serviço à Justiça Eleitoral

Voluntário desde os 18 anos, Irineu de Camargos sente satisfação em contribuir com o país nas eleições

Irineu Lopes de Camargos tem 57 anos, é morador de Iguatama (MG), técnico em química, casado e pai de duas filhas. Há quase 40 anos, ele colabora voluntariamente com a Justiça Eleitoral na realização de eleições, uma tarefa que exerce com muita satisfação. Para Irineu, auxiliar a JE – atualmente como presidente de seção de votação – sempre foi uma grande responsabilidade.

Ele iniciou sua trajetória como colaborador da Justiça Eleitoral como mesário aos 18 anos, atendendo a um convite feito por uma amiga que, na época, trabalhava no Fórum Francisco Garcia Pereira Leão, no município.

Veja a entrevista no canal do TSE no YouTube.

Experiência traz mais segurança

Irineu explica que a experiência adquirida em tantos anos contribuindo para o processo eleitoral lhe dá cada vez mais segurança, embora esteja sempre em busca de mais voluntários para assumir esse compromisso. Afinal, afirma ele, “sem os mesários e as mesárias as eleições em todo país não teriam como acontecer”.

Para o técnico em química, o dia das eleições é muito gratificante, pois é mais uma oportunidade para auxiliar as pessoas da comunidade, rever os amigos e mostrar aos mais jovens a importância da prestação de serviço à Justiça Eleitoral. “Tenho certeza de que meu trabalho contribui para o fortalecimento da democracia”, finaliza Irineu de Camargos.

Série Mesários

Esta história faz parte da série Mesários – A Justiça Eleitoral Mora ao Lado. Os textos estão sendo publicados desde fevereiro de 2022, mês em que a Justiça Eleitoral comemorou 90 anos. A ideia é mostrar que a atuação para garantir o processo democrático por meio das eleições só é possível graças às mesárias e aos mesários que participam ativamente do processo eleitoral em todo o país.

DR/EM

O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Fonte
TSE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 1 =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?