1ª Vara da Infância do Rio volta a acolher filhos de ambulantes no Sábado das Campeãs

Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 16/02/2024 18:54

A 1ª Vara da Infância, da Juventude e do Idoso da Capital do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) prossegue, neste sábado (17/2), com o trabalho de acolhimento de filhos de vendedores ambulantes que estão trabalhando nos desfiles do Carnaval 2024 no Sambódromo. Durante os desfiles realizados entre sexta-feira e terça-feira, a iniciativa abrigou cerca de 20 crianças por noite. Neste sábado, quando acontece o Desfile das Campeãs, assistentes sociais iniciam o trabalho de oferta do serviço aos ambulantes que estão com crianças a partir das 18h.

Durante o período em que os pais estão trabalhando, a garotada fica abrigada em um espaço kids nas dependências da 1ª VIJI, que fica em área contínua à Passarela do Samba. Assistentes sociais e recreadores acolhem e deixam as crianças em total segurança, enquanto seus pais seguem em suas atividades durante a noite.  No espaço kids, as crianças recebem alimentação, participam de atividades recreativas e têm local para dormir e fazer higiene. Ao final da jornada de trabalho, os pais vão o local e levam seus filhos para casa. Na terça-feira, as crianças que ficaram no espaço também participaram do desfile das Escolas Mirins.

A iniciativa de acolhimento dos filhos dos ambulantes no Carnaval foi idealizada pela 1ª VIJI, através da juíza titular Lysia Mesquita, e contou com as parcerias da Secretarias Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos e da Secretaria Municipal de Assistência Social, FIA e Ongs.
Para a identificação das crianças, assistentes sociais do município realizaram levantamentos e cadastramentos nos dias dos ensaios técnicos das escolas de samba. E durante os desfiles, assistentes sociais circularam, e voltam a circular neste sábado, na região do entorno do Sambódromo oferecendo o serviço gratuito.

O objetivo, de acordo com a juíza Lysia Mesquita, é oferecer um local de convivência para as crianças de até 11 anos enquanto seus pais trabalham nos desfiles ou nos blocos de carnaval da região, de forma a protegê-las para que não fiquem expostas durante a festa.

Também estão sendo distribuídos kits escolares arrecadados pela Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (Amaerj). Ao todo, serão entregues 20 mochilas, 20 estojos, 20 kits de lápis de cor, 20 kits de canetas hidrocor, 20 colas, 26 apontadores, 66 lápis, 37 borrachas, 20 cadernos com pauta, 20 cadernos de desenho e seis tesouras.

AB/FS

O NABALANCANF APENAS REPOSTA A NOTÍCIA QUE SE FEZ PÚBLICA SEM TECER QUALQUER COMENTÁRIO A RESPEITO DA MATÉRIA OU SE RESPONSABILIZAR PELA MESMA. TEM O CUNHO MERAMENTE INFORMATIVO.
Fonte
TJRJ

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + dezoito =

Especialista

Olá! você têm alguma dúvida?