Notícias

Museu do TJSP promove primeira visita guiada telepresencial

Mais de 70 estudantes participaram do evento.
O Museu do Tribunal de Justiça de São Paulo realizou hoje (14) sua primeira visita telepresencial, com a participação de mais de 70 alunos da Universidade Paulista (Unip) – Unidade Chácara Santo Antônio. Com as atividades presenciais suspensas desde março, devido à pandemia da Covid-19, o Museu reabriu ao público de forma virtual, via aplicativo Teams, com o objetivo de atender universidades, instituições e público em geral interessados em conhecer o Museu da Justiça, seu acervo e a história do tribunal paulista.
A desembargadora Luciana Almeida Prado Bresciani, coordenadora do Museu, cumprimentou a professora Eleonora Calvo e o grupo de alunos, recebendo-os em nome da instituição. A abertura da visita ao Palacete Conde de Sarzedas, sede do Museu, foi apresentada em vídeo pelo presidente do TJSP, desembargador Geraldo Francisco Pinheiro Franco. “Bem-vindos ao Tribunal de Justiça, bem-vindos ao Museu do Tribunal de Justiça. O Palacete Conde de Sarzedas é um prédio tombado pelo patrimônio histórico, que encerra e traz dentro de si toda a história do tribunal paulista. Uma história bonita e de muita atividade, que está ligada ao povo paulista. Por isso, aproveitem a visita”, oficiou o magistrado. Em seguida, a equipe do Museu mediou o tour. Os estudantes puderam conhecer importantes coleções que contam a história da criação e evolução do Poder Judiciário paulista, além de detalhes do acervo, composto, dentre outros, por objetos, móveis de estilo, processos e documentos de interesse histórico, vestimentas, quadros histórico artísticos e bens arquitetônicos.
Os alunos conheceram também os dois núcleos de exposições permanentes do Museu, a “Sala Desembargador Emeric Levai” e o “Espaço Cultural Poeta Paulo Bomfim”, localizados no Palácio da Justiça, e os quatro memoriais instalados em diferentes comarcas em homenagem aos patronos dos fóruns que os recebem – Sede Regional do Museu do TJSP na 6ª Região Administrativa Judiciária, em Ribeirão Preto; Memorial Young da Costa Manso, no Fórum Desembargador Young da Costa Manso; Memorial Hely Lopes Meirelles, no Fórum Hely Lopes Meirelles; e o Fórum Museu Pitangueiras.
Para finalizar a visita, o coordenador do Museu da Justiça, Bruno Bettine de Almeida, explanou a história do TJSP, apresentou a exposição virtual “88 anos da Revolução Constitucionalista de 1932” e interagiu com os alunos, respondendo às perguntas e comentários.
Visitas guiadas telepresenciais ao Museu da Justiça – São abertas ao público em geral, por ordem de inscrição, em duas sextas-feiras por mês. A próxima visita será no dia 23/10. Interessados poderão se inscrever pelo e-mail museutj@tjsp.jus.br, informando nome completo e, no campo “Assunto”, escrever: “Solicito inscrição para a visita telepresencial ao Museu no dia 23/10, às 11h”.
Para grupos previamente formados de universidades, instituições e público em geral, é necessário pré-agendamento, também pelo e-mail museutj@tjsp.jus.br, com os seguintes dados: nome da instituição, nome do responsável pela visita, quantidade de pessoas, telefone e e-mail para contato e dia e horário da visita. Os visitantes recebem certificado de participação expedido gratuitamente pela Diretora/Coordenadoria do Museu do Tribunal de Justiça de São Paulo.
Fonte
TJSP
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − oito =

Botão Voltar ao topo