Notícias

Justiça: País registra 1.062 ocorrências de crimes eleitorais

O boletim anota ainda 33 crimes contra candidatos, dos quais 22 por ameaça, quatro por homicídios tentados, um homicídio contra candidato e seis casos de lesão corporal

O Ministério da Justiça e Segurança Pública informou que o País registra até agora 1.062 ocorrências de crimes eleitorais neste domingo do primeiro turno das eleições municipais. Deste total, 471 se referem a boca de urna e 224, à compra de votos. Os dados constam de boletim divulgado às 15h pela Operação Eleições 2020, coordenada pelo Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN), vinculado à pasta.

Dentro dos crimes eleitorais, também foram registradas ocorrências por desobediência às ordens da Justiça Eleitoral (178); concentração de eleitores (44); fake news (27); transporte de eleitores (59); desordem que prejudique os trabalhos eleitorais (34); falsidade ideológica (3); impedimento ou embaraço ao exercício de voto (18), dano à urna de votação (1) e abandono de serviço eleitoral (3).

O boletim anota ainda 33 crimes contra candidatos, dos quais 22 por ameaça, quatro por homicídios tentados, um homicídio contra candidato e seis casos de lesão corporal.

 

No total geral, já foram registradas no País 1.550 ocorrências. As classificadas como “crimes comuns relacionados às eleições” somam 259. Já as ocorrências por “indicações de desinformação sobre o processo eleitoral” totalizam 48. Ainda foram contabilizados 148registros de incidentes de segurança pública nas proximidades de locais de votação.

Fonte
CAMPOS 24H
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 + dezenove =

Botão Voltar ao topo