Notícias

Juiz contraria STF e nega acesso de Lula a mensagens informais da Lava Jato

O juiz substituto da 10ª Vara Federal Criminal do Distrito Federal contrariou a decisão do último dia 28 do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), e se negou a compartilhar com a defesa do ex-presidente Lula as conversas da Operação Spoofing, de acordo com o site Conjur.

A Operação Spoofing foi a investigação que mirou o grupo de hackers responsável pela invasão de celulares de autoridades, incluindo o ex-ministro Sergio Moro, o presidente Jair Bolsonaro e procuradores da força-tarefa da Lava Jato. Na última segunda-feira (28), Lewandowski havia determinado que o Juízo da 10ª Vara Federal Criminal do DF compartilhasse com a defesa de Lula as mensagens colhidas nessa operação.

“Não conheço do pedido formulado nos autos, por não se tratar de matéria passível de ser apreciada em regime de plantão, porquanto não demonstrada a urgência ou excepcionalidade necessária a justificar a subtração da análise da questão pelo juízo natural da causa”, justificou o juiz substituto Waldemar de Carvalho, responsável pela decisão.

Fonte
gazetadopovo.com
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 2 =

Botão Voltar ao topo